terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Mudanças no PS/M

Protagonistas recusam falar

Líder do PS-Madeira demitiu secretário-geral e líder parlamentar
17.02.2009 - 10h22 Lusa

O presidente do PS-Madeira, João Carlos Gouveia, demitiu hoje o secretário-geral, Jaime Leandro, e o líder parlamentar do partido na região, Vitor Freitas, confirmou à agência Lusa fonte partidária. Contactado pela Lusa, o líder regional socialista não quis confirmar a decisão. “Sobre as minhas decisões que envolvam figuras do partido, não me pronuncio na praça pública”, disse apenas. Também os dirigentes socialistas demitidos recusaram fazer à Lusa qualquer comentário sobre esta decisão de João Carlos Gouveia.

in http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1365536

6 comentários:

BaBy_BoY_sWiM disse...

É fácil saber... e dar-nos a notícia em primeira mão...

Ligue ao seu irmão... Estou admirado, mas é o único socialista a falar desta situação! eheh

Anônimo disse...

coitadinho do Leandro... neste caminho JCG caminha para o fundo. O Victor freitas, também não existe
CR

amsf disse...

Em qualquer partido o líder parlamentar é eleito pelos deputados do seu partido. Suponho que o Presidente do PS/M possa retirar a confiança política ao líder parlamentar e propor um outro que terá que recolher a maioria dos votos dos seus pares.
Se o Presidente do PS/M o fez suponho que terá antecipadamente garantido a maioria dos votos para o seu candidato. Não conseguir uma vice-presidência na ALM é desculpável pois esse objectivo não depende apenas do partido, agora haver um vazio na liderança do grupo parlamentar não é tolerável!

Anônimo disse...

agora que JCG põe em causa o mano, o amsf tb retira a confiança...
ontem era o maior hoje é um sacan...

amsf disse...

O amsf não retira a confiança a ninguém pois não passa cheques em branco a ninguém, chame-se ele João Carlos Gouveia, Jaime Leandro ou Victor Freitas. Aliás, a minha opinião não tem qualquer peso político, felizmente! Quanto a parentescos, se no PSD/M tal circunstância é motivo de lucro, na oposição é motivo de prejuízo material, profissional e social!

amsf disse...

Ao que parece a comunicação social anda confusa. Aparentemente o líder do bancada parlamentar do PS/M não foi demitido. A ser verdadeira a justificação para as demissões dos 2 elementos do Secretariado/Direcção do PS/M - acusação de fuga de informação - a informação recentemente publicada pelo DN ganha o estatuto de verdadeira. Parece que há quem confie mais no profissionalismo dos membros da equipa de sondagem (confidencialidade) do que nos seus pares da direcção do partido!