sexta-feira, 7 de março de 2008

Pedro e o lobo

Juvenal Rodrigues in DN (Madeira)

Orgulhosamente sós
Data: 03-08-2007


O orgulho, a vaidade a arrogância ou a prepotência, são males de que padece o ser humano. Quando se sofre de um destes males, já é mau, porém quando sofre de todos ao mesmo tempo passa a fazer sofrer todos os outros apenas para satisfação do ego pessoal. Esta introdução é apenas para lembrar aquela máxima do ditador António Oliveira Salazar "orgulhosamente sós" que pensou que sozinho poderia vergar o Mundo mas apenas conseguiu o isolamento e o sofrimento do Povo português. É isso, madeirenses! É exactamente o que estão a pensar. É o que o Sr. Presidente do Governo Regional está a fazer há Madeira e aos madeirenses tentando isolar-nos do Continente português com guerras estúpidas e sem sentido que apenas servirão para satisfação pessoal e ganhar o voto dos madeirenses menos atentos às coisas da política. O que se irá assistir durante os próximos 4 anos serão frases destas: "o governo de Lisboa está a roubar os madeirenses" ou: "o governo de Lisboa está a fomentar o separatismo." Assim "vira-se o bico ao prego", mentindo tantas vezes ao Povo até que eles acreditem que é verdade. Mas porquê? Estará o leitor a interrogar-se. É simples. Porque é que julgam que o Dr. Alberto João já promete há tantos anos que será o último mandato e ainda lá continua? A razão é porque ainda não conseguiu as condições necessárias para que o PSD-M se perpetue no poder após a sua saída. Ele pensa que, com a jogada das últimas eleições, ao apelar ao orgulho dos madeirenses, fazendo-lhes crer que Lisboa esta a roubar a Madeira, conseguiu essas tais condições. Mas todos os madeirenses se lembram de frases como "gente sem calças" e "de rabo para o ar" "os maricas de Lisboa" e muitos mais exemplos destes poderia enumerar. Por outro lado pergunto: Alguém consegue lembrar-se de alguma frase do género proferida pelos governos de Lisboa do PS ou mesmo do PSD em relação aos governantes madeirenses? Então quem é que na verdade está a fomentar o separatismo? O que acontece é que o Sr. Presidente da RAM está habituado a vergar todos à sua vontade até os governos de Lisboa mas desta vez encontrou alguém que não se deixa vergar, daí toda esta guerra sem sentido e orgulho ferido. O Dr. Alberto João + os que vivem à sombra dele porque também estão agarrados ao poder, sabem que nunca irão ganhar este braço-de-ferro porque a Madeira significa apenas 2,4% da população portuguesa e é conhecida na Europa por ser uma Região Autónoma portuguesa. Tem estatuto da U.E. através do Estado Português pelo que, se por qualquer motivo, viesse a tornar-se independente perderia esse estatuto. É isto que o Presidente do Governo Regional deve explicar aos madeirenses e não servir-se deles como armas de arremesso contra Lisboa, virando povos contra povos, a troco de uns míseros votos. Então faz algum sentido que se unifique a Europa, que se estabeleça uma moeda única, que se procure unificar a economia e; que uma região minúscula como a Madeira, fale sequer em separatismo ou independência? Só mesmo quem tenha um umbigo maior do que a sua própria barriga é que pode pensar numa coisa destas. Todo este fait divers não é aquilo que parece, é sim para levantar poeira para esconder os problemas como; o desemprego, o descalabro do pequeno comércio, da agricultura, da construção civil que "bateu no fundo" e das políticas sociais mal pensadas durante todos estes anos cujo exemplo flagrante é os 65€ de complemento de reforma com que o Governo Açoriano contempla os reformados para já não falar dos combustíveis e impostos mais baratos. É isto na verdade que o governo Regional da Madeira quer esconder porque esbanjou todo o dinheiro que recebeu e agora até diz que não tem dinheiro para aplicar a lei do aborto na Madeira e, pasme-se, não tem dinheiro para combater a praga de mosquitos de Stª Luzia. Dou uma sugestão: mendigue uma esmolinha aos que enriqueceram à custa da Madeira Nova, antes que eles ponham o dinheiro todo no Brasil, em Cabo Verde ou na Suíça.


2 comentários:

Saúl Dantas disse...

Simplesmente fantástico!

Saúl Dantas disse...

PS: Como sempre!