terça-feira, 29 de abril de 2008

Inquérito: gestão dos dinheiros públicos

Como classificaria uma Junta de Freguesia que sistemáticamente adquirisse todos os bens e serviços (obras) por ajuste directo tendo como único critério o facto do fornecedor ser da freguesia, ignorando a lei e o critério do preço e da qualidade?



Eleitoralista
2 (4%)

Sensata
30 (62%)

Mafiosa
16 (33%)


Votos: 48

9 comentários:

amsf disse...

À partida esta sondagem não seria apelativa no entanto noto que ela suscitou o interesse de um número anormal de frequentadores. Desde já agradeço a participação de alguns membros da Junta e Assembleia de Freguesia da Madalena do Mar!

Por estes resultados diria que os contribuintes estariam dispostos a pagar mais e obter menos das entidades públicas desde que estas fossem geridas pelo seu partido.

Felizmente que esta sondagem não tem qualquer valor cientifico senão teria que pensar que os madeirenses são naturalmente defensores do esbanjamento, compadrio e ilegalidade.

Alexandro Pestana - www.miradouro.pt disse...

haahah mas que resultados! Foi uma enchente de PSDs mamadeira que vieram pra aqui votar de certeza, porque se fosse o sr manuel e a sra maria que andam de enxada encima do lombo e foice, com certeza que votariam em "Mafiosa" lol

ajmsb@iol.pt disse...

Sendo eu um admirador da Madeira, e depois de ter visitado da freguesia da madalena do Mar, como outras da Madeira, deixo o meu apreço pelo facto de encontrar uma freguesia bela e atraente para quem visita a Madeira, como eu e minha familia. Atendendo ao inquério neste blogge e com conhecimento de procedimentos, julgo, e atendedo ao que li, essa junta gere de uma forma transparente e clara os ajustes directos, conforme a lei o estipula e sem por de parte, todos aqueles que prestão serviços na freguesia e em prol da freguesia, não concordando com a vossa opinião, em dizer que é em benefício próprio. Porém, julgo que não deve ser do inteiro conhecimento, de quem de mal pensa, que o procedimento não terá sido o mais adquado. Neste ponto de vista, julgo que é da falta de conhecimento da legislação, ou o não acompanhamento das Leis 59/99 e do 197/99, caso contrário não teriam feito este inquérito.
Não sendo eu da cor partidária dessa junta, mas com conhecimento geral de procedimentos, dou os meus parabens por tal procedimento.
Sabemos que em todas as autarquias, quando é feito por ajuste directo ou Concurso limitados, devemos ter sempre em conta o factor casa, a legislação não diz que devemos pedir propostas a concorrentes do continente, de espanha do Funchal, da Madalena, etc. É por estas e por outras que, que somos cumplices de tais atitudes, que julgo eu, em realção a este caso e outros parecidos, que o país não anda para a frente. Não sei quem é o Presidente da Junta, mas julgo que se estivesse no lugar de qualquer um, fazeria o mesmo, e mesmo aqueles que hoje dizem o contrário, estou convicto de que da mesma maneria teriam tal procedimento.

Este é o meu comentário

amsf disse...

Porque será que não estranho esta lengalenga?!

Não vou procurar mas já encontrei algures um comentário deste género. Simulação de alguém que nem madeirense é mas que terá gostado da Madalena do Mar e que não conhecendo os elementos das Junta, vá-se lá saber porquê, vem defende-los. Qual seria a probabilidade de uma pessoa nestas circunstâncias aparecer neste blog pouco mais de 1 hora depois de eu colocar o post?! Curiosamente não conhecem a Junta no entanto sabem que não são da sua cor político!

"[...]devemos ter sempre em conta o factor casa [...]"
Em que decreto posso encontrar esse "factor casa", cara turista!?

Mentir e simular é próprio dos desonestos no entanto nem todos têm a inteligência necessária para o fazer. Este suposto turista continental deixa muito a desejar quanto à sua expressão escrita pelo que facilmente se percebe quem é!

rouxinol de Bernardim disse...

Só a pergunta mostra o quão bem formado é o inquiridor.

Há muito disso em muito lado, infelizmente...

amsf disse...

António Silva disse... in http://pensamadeira.blogspot.com/2007/10/protesto-contra-denncia.html#comments

“Caro administrador do Blogger

Nem sempre se erra, e nem sempre se tropeça...
passei por este blogger por acaso, mas apercebi-me de que falam de uma junta de freguesia, que até não é da minha cor politica, mas compreendo, e pelo que soube, aquando a minha visita á vossa freguesia, tudo o que foi feito até á data, por esta nova presidente, tem sido feito em prol e benefício da freguesia e não por interesse próprio. Por quê condenar actos que se fosse outra cor politica, teria cometido tal actitude. Então interrogo-me e deixo esta questão também para o senhor, com todo o respeito, responder. O que faria então, sabendo de tal coisa, para resolver tal questão?
18 de Fevereiro de 2008 22:18 ”

A lenga-lenga do comentarista ajmsb@iol.pt recordou-me esta que agora publico.

Têm em comum:

Apareceram neste blog por acaso;

São turístas;

Visitaram a Madalena do Mar;

Gostaram da freguesia e do trabalho da Junta;

Informam que não são da mesma cor política (para reforçar a credibilidade);

Insinuam que outros teriam procedimento semelhante.


Não simula quem quer mas quem pode...recomendo um curso rápido de teatro...entrar na pelo de uma personagem requer algum esforço!

ajmsb disse...

Caro Senhor

Em primeiro lugar, e atendendo ao conteúdo da sua resposta, o Blogge, quanto eu sei, é um espaço onde se pode deixar comentários aos assuntos presentes.
Não fui desonesto, nem muito menos mentiroso, como faz questão em focar, pena não saber aceitar as opiniões dos outros.
Eu respondo aos vossos comentários, e a outros que por esse mundo virtual visito, não é defender pessoalmente as pessoas em si, mas sim as obras realizadas. Não sou madeirense, mas sim continental, minhoto de gema e coração.
Quando visitei o vosso blogge, foi numa das buscas que fiz pela net, na busca de encontrar algo sobre usos e costumes da vossa ilha e ficando um apaixonado pela obra realizado. Não é só o vosso blogge que tenho em meus favoritos, e é a primeira vez que alguém responde de maneira agressiva ao meu comentário. Costumo dizer que “quem não deve não teme”.
Quando visitei pela primeira vez a vossa ilha, vi que muito havia para fazer, já lá vão uns bons anos e sempre que me desloco até aí, reparo que muito evoluiu. O que é isso, não é obra feita?, não é obra realizada?...
Em relação á Junta da Madalena do Mar, não tenho ligação nenhuma, mas sei que é do PSD, ou será que no site da ANAFRE está mal referenciado, caso esteja, queira me desculpar tal erro, pois eu sou de ideologia contrária.

Anônimo disse...

o que eu tenho a certeza é que os boys jorge coelho, pina moura, pestana-almeida santos, judas, vara, fernando gomes, vila galé, condenada edite estrela, melancia, fundação oriente, fundação monjardino, condenado f curto, vic jorge silva, etc, etc, não fazem parte do grande e honesto ps...

mas será que pensam que os eleitores são sempre estupidos...

Anônimo disse...

em 2007

Os três vereadores do PS-M na Câmara Municipal do Funchal - Carlos Pereira, Luís Vilhena (que não apresentaram a declaração de rendimentos ao Tribunal Constitucional) e Miguel Freitas vão entregar no Tribunal Administrativo e Fiscal do Funchal em Setembro uma acção de perda de mandato de Miguel Albuquerque por alegadas violações do Plano Director Municipal.