quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Comunicação social: panorama


António Camacho diz in http://www.oinsurgente.org/



Ambiente dos MEDIA na Madeira:


> Tribuna da Madeira - Semanário, assume um posicionamento independente, mas não deixa escapar o combate ao PSD e ao Governo Regional.


>DN-Madeira - Líder de mercado e em tiragem, pertence de um grupo com relações próximas ao PS-Madeira, dominado por jornalistas afectos ao BE e ao PCP, mas gostam muito de se gabar da sua “imparcialidade” e “independência”.


> Notícias da Madeira - Extinto no final de 2006.


> Jornal da Madeira - Pertence ao Governo Regional e à Diocese do Funchal. Tiragem de 5000 exemplares, meio escrito utilizado pelo Governo Regional para combater a desinformação e estratégia anti-PSD, anti-AAJ assumida pelo DN-Madeira. Posicionamento assumido e claro de oposição ao posicionamento do DN-Madeira.


> RTP-Madeira-Diáriamente são apresentadas as iniciativas (muitas ridículas) de todos os partidos de oposição na Madeira, e de actividades relevantes do Governo Regional, Assembleia Regional e autarquias. Mais democrático não podia ser, mesmo que sejam notícias que não interessam nem ao “menino jesus”.


1. Défice Democrático nos Media da RAM é o posicionamento anti-Governo que domina, logo se há “défice democrático”, deve ser por parte destes e da ausência de imparcialidade que banha os auto proclamados “imparciais” jornalistas.


2. Jornal da Madeira-A estratégia de apoio e subsidiarização deste jornal, ocorre à vários anos, sendo fiscalizado pelo Tribunal de Contas anualmente.É clara e assumida pelo Governo Regional e AJJ, a sua estratégia e níveis de apoio, ao contrário do que acontece com muitos jornais que se escondem por trás de uma capa de independência, e que têm linhas editoriais claramente tendenciosas e hipócritas. Clareza contra o Nevoeiro dos MEDIA.
Se isto não é Democracia, eu pergunto o que é? Os Estados e Governos deviam assumir e declarar o que controlam nos media, para que toda a gente soubesse o que estão a ler. E assim podem escolher. É o que acontece na Madeira. A frontalidade do Governo em assumir a necessidade de possuir uma fonte de comunicação que transmita o seu posicionamento.
Só gostaria que nos restantes orgãos de comunicação (na RAM) houvesse coragem e clareza para revelarem o que os faz “correr”, embora toda a gente saiba quais os “cavalos” em que estes apostaram…

2 comentários:

amsf disse...

Este sr. comentarista esqueceu-se de mencionar no seu "relatório" o posicionamento claramente anti-Governo Regional das rádios do Jaime Ramos! LOL!
Esta visão alucinada do panorama mediactico da RAM tem a sua explicação no óculos claramente laranja que esse sr. usa.

VIVA O JM e a sua "Boca pequena". Se o JM alinhasse todos esses "quadradinhos" numa exposição dar-se-ia conta das suas obsessões ridículas!

BaBy_BoY_sWiM disse...

É impressionante... Ninguém poderá dar a sua opinião a favor da Madeira... Que a oposição a unica coisa que sabe fazer é o bota abaixo!

Assim a oposição nunca irá conseguir chegar ao poder...

Pode haver censura na Madeira, mas acredite que no Continente existe muito mais... É a vergonha que se passa com o seu partido a controlar todos os orgãos de comunicação social do país...

Repare na propaganda feita pelo aquele senhor que nem é engenheiro para promover a sua imagem...

Rua com o PS!

(estou a voltar...)