sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Brinquemos com coisas sérias !



Retirado daqui: http://student.dei.uc.pt/~nunogil/tosgas/cart_31.jpg

7 comentários:

Anônimo disse...

Este PS bateu mesmo no fundo:

Política
Socialistas já discutem nomes para Sta. Cruz
Data: 05-01-2008

Vários socialistas da zona leste foram surpreendidos ao longo dos últimos dias com um facto dado como consumado: a candidatura de Miguel Fonseca, professor residente no Caniço, à Câmara de Santa Cruz pelo PS. A opção, negada pela direcção, deixou fortes dúvidas em alguns influentes militantes naquele município mas tem sido confirmada pelo próprio. Ao DIÁRIO, Fonseca admite que "há contactos dentro do partido acerca desse assunto. Está a ser tratado por várias pessoas, mas não posso dizer mais nada". Quando questionado sobre quem está a tratar dessa matéria, Fonseca não menciona nomes, mas garante que são elementos da direcção.

Ora, esta versão é rejeitada pelo presidente e pelo coordenador autárquico socialista. João Carlos Gouveia nega peremptoriamente qualquer convite. "É mentira", disse o líder regional do PS ao DIÁRIO. "O único candidato assumido no PS sou eu, à Câmara de São Vicente", acrescentou.

Gouveia garante que não só não há convites como também não foi ainda iniciado o debate sobre quem serão os candidatos que o PS vai apresentar no final de 2009. Por enquanto a questão não se coloca, sublinha.

Idêntica posição tem o coordenador do processo autárquico do PS-M. Rui Caetano também garante que não sabe de nada. Desconhece convites ou contactos. Por isso, admite que o lançamento do nome de Miguel Fonseca - que já assumiu divergências e proximidades com a actual direcção do partido - seja resultado de alguma estratégia para começar a afastar eventuais nomes para as listas do PS.

Entretanto, com ou sem conhecimento da Rua do Surdo, a verdade é que no PS de Santa Cruz o processo autárquico já está em curso. As divergências entre a concelhia e a direcção do partido, o regresso do vereador Filipe Sousa à Junta de Freguesia de Gaula e o afastamento do ex-deputado Óscar Teixeira do cargo de assessor do grupo parlamentar apressaram a discussão a dois anos das próximas eleições autárquicas.

Santa Cruz foi justamente uma das principais apostas da liderança de Jacinto Serrão no PS durante as autárquicas de 2005. Filipe Sousa foi o candidato que algumas sondagens deram como vencedor, mas acabou por perder a eleição para o social-democrata José Alberto Gonçalves.


Miguel Silva

Saúl Dantas disse...

Embora o tema do post seja outro (ou talvez não) não poderei deixar de subscrever este último comentário: O PS-Madeira bateu mesmo no fundo.
Fazendo analogia com a BD do post, a mulher anda a ser "comida" pelos outros e o marido está preocupado é com a lei do fumo! É o que se passa com este PS-Madeira, não Conseguem distinguir o essencial do acessório!

amsf disse...

saúl dantas

Se não se importar de dar trunfos ao "adversário" podia dar exemplos do "essencial"?

BaBy_BoY_sWiM disse...

Eu posso dar...

Madeira, Porto Santo, Madeirenses e Porto-santenses! Dúvidas?!

amsf disse...

Se isso é uma aula de Meio Físico e Social não se esqueça de incluir Desertas e Selvagens senão a Espanha agradece!

Saúl Dantas disse...

Nem eu diria melhor: o essencial são os madeirenses e porto-santenses. O acessório são os interesses pessoais das personagens do PS-Madeira que estão conduzindo esta pequena estrutura partidária regional não ao fundo mas a furar o fundo!

PS: Mais uma vez sublinho que não tenho qualquer ligação partidária a quem quer que seja...

CresceNet disse...

Gostei muito desse post e seu blog é muito interessante, vou passar por aqui sempre =) Depois dá uma passada lá no meu site, que é sobre o CresceNet, espero que goste. O endereço dele é http://www.provedorcrescenet.com . Um abraço.